Seama e Iema reconhecem segunda maior reserva natural do ES

13 Mai 2017
123 vezes
Seama e Iema reconhecem segunda maior reserva natural do ES Fonte: Site IEMA - ES

O Espírito Santo acaba de ganhar uma reserva que tem uma área de quase 1.700 campos de futebol. Isso mesmo. É uma nova Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), com 1.688 hectares. Isso representa a segunda maior área particular protegida no Estado. Com isso, o Espírito Santo passa a contar com 44 Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs), reconhecidas pelo Governo do Estado.

O ato de criação, publicado esta semana, é da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Seama) e do Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema).

A reserva está localizada em Vargem Alta, entre os parques estaduais de Forno Grande, em Castelo, no sul do Espírito Santo, e da Pedra Azul, em Domingos Martins, região serrana.

A criação da nova RPPN irá contribuir para a conexão entre as duas Unidades de Conservação (UC), interligando fragmentos florestais e preservando a biodiversidade. E mais: também é relevante para as bacias hidrográficas, já que as florestas desempenham papel importante para a infiltração da água no solo.

O secretário de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Aladim Cerqueira, lembra que essa reserva está localizada no corredor ecológico Pedra Azul – Forno Grande. Ressalta que o local abriga uma grande diversidade de espécies da Mata Atlântica. Entre elas, a saíra apunhalada, ave endêmica do Espírito Santo.

A diretora-presidente do Iema, Andreia Carvalho, explicou que as RPPNs têm como objetivo a preservação de ambientes naturais, como matas, nascentes, espécies e outras áreas de importante valor para o meio ambiente, assegurando a conservação da biodiversidade.

“A proteção de um território natural particular parte da iniciativa do proprietário que deseja perpetuar a existência da sua terra e garantir os processos biológicos presentes nela. Seja essa pessoa física ou jurídica, ela pode solicitar ao Iema o reconhecimento de seu imóvel como uma reserva natural”, ressalta.



Reconhecimento

Todas as reservas são reconhecidas pelo poder público como unidades de conservação. O Espírito Santo tem 54 reservas particulares, com uma área total de 6.238,04 hectares, o que equivale a aproximadamente 6.200 campos oficiais de futebol. Dessas, 44 RPPNs foram reconhecidas pelo Governo do Espírito Santo e a lista com as informações sobre cada uma pode ser vista aqui.
Como criar uma RPPN


Os interessados em proteger seu imóvel natural devem providenciar toda a documentação e encaminhá-la ao Iema. Entre os documentos necessários estão a planta da área proposta como RPPN e o memorial descritivo, assinado por profissional habilitado, contendo todas as informações geográficas do território que será protegido. Após criada a RPPN, o Iema auxilia a preservação e proteção da Reserva. Acesse este link para mais informações.

 

Fonte:

Assessoria de Comunicação
Alvaro Muniz/Tatiana Ronchi
Tel.: (27) 3636- 2591 / (27) 3636-2592 / (27) 9-9977-1012
www.facebook.com/MeioAmbienteES
Twitter: @meioambientees
Instagram: @meioambientees

Avalie este item
(0 votos)
Setor de Comunicação

O Portal de Informações sobre Reservas Particulares do Patrimônio Natural é um serviço interativo oferecido por meio de página eletrônica na internet que oferece conteúdo sobre Reservas Particulares a partir da integração de diversas fontes de informações.

Website.: www.rppnweb.com